Curso Técnico Superior Profissional em Sistemas Eletrónicos e Computadores

O Técnico Superior Profissional em Sistemas Eletrónicos e Computadores planeia e coordena os processos de assemblagem de soluções eletrónicas, tendo em vista a sua otimização e o cumprimento dos requisitos de qualidade, normas e regulamentos de segurança em sistemas eletrónicos.

Atividades Principais:

  • Projetar, implementar e/ou depurar sistemas eletrónicos e de computadores para atuação e aquisição, utilizando estruturas de hardware baseadas em microcontroladores e microprocessadores;
  • Projetar, dimensionar e/ou executar placas de circuito impresso de acordo com os requisitos da aplicação, selecionando os componentes passivos e ativos, sistema de sensores e interfaces mais adequadas, módulos de comunicação com e sem fios;
  • Desenvolver e depurar aplicações de software para sistemas de controlo e interface homem-máquina e de sistema críticos para sistemas embebidos de tempo-real;
  • Analisar, elaborar e interpretar esquemas elétricos e eletrónicos, anomalias de funcionamento e formular hipóteses de causas prováveis, equipamentos de medição e análise de sinais elétricos, regulamentação específica e manuais de fabricante;
  • Analisar e otimizar utilizando ferramentas de gestão de processos, simulação e síntese, bem como índices de rastreabilidade de produtos e qualidade os processos de produção de sistemas eletrónicos;
  • Planear, realizar e garantir o exame e ensaios elétricos e eletromagnéticos normalizados EMC, bem como o cumprimento e controlo das normas IPC e dos processos de produção de sistemas eletrónicos;
  • Efetuar orçamentos relativos à execução, manutenção e/ou reparação de equipamentos Eletrónicos, efetuando, nomeadamente, os cálculos de materiais, equipamentos, mão-de-obra e tempos de trabalho para o desenvolvimento de uma soluções customizadas;
  • Prestar assistência técnica a clientes esclarecendo possíveis dúvidas sobre o funcionamento de equipamentos elétricos/eletrónicos e equipamentos intervencionados;
  • Elaborar relatórios e preencher documentação técnica relativa à atividade desenvolvida.
  • Mais informações

    Poderá obter mais informações sobre os CTeSP através dos seguintes contactos:

    telefone

    Polo de Braga – 253 802 206

    Polo de Guimarães – 253 802 208

    Polo de Vila Nova de Famalicão – 253 802 209

    email
    tesp@ipca.pt

    Direção

    Prof. António Moreira

  • Estrutura curricular

    Semestre Unidades Curriculares AC ECTS
    S1 Fundamentos de Matemática CA 6
    S1 Fundamentos de Física CA 6
    S1 Programação IT 6
    S1 Teoria de circuitos elétricos IT 6
    S1 Técnicas de Medida e Calibração IT 3
    S1 Inglês Técnico CE 3
    S2 Matemática Discreta e Álgebra Linear CA 6
    S2 Sistemas digitais I IT 6
    S2 Microprocessadores e microcontroladores IT 6
    S2 Eletrónica IT 6
    S2 Sistemas de aquisição de dados IT 3
    S2 Desenho de placas de circuitos impressos IT 3

    AC – Área Científica Principal
    ECTS - Créditos ECTS
    Semestre - S1 (1.º Semestre); S2 (2.º Semestre): A (Anual)

    Semestre Unidades Curriculares AC ECTS
    S1 Laboratórios de desenvolvimento de hardware IT 9
    S1 Redes de computadores e sistemas distribuídos IT 6
    S1 Sistemas embebidos e de tempo real IT 6
    S1 Sistemas Digitais II IT 6
    S1 Processos e normas de produção SMD IT 3
    S2 Estágio IT 30

    AC – Área Científica Principal
    ECTS - Créditos ECTS
    Semestre - S1 (1.º Semestre); S2 (2.º Semestre): A (Anual)

  • Candidaturas

    A candidatura realiza-se através do Portal de Candidaturas.

     

    Se tiver dificuldades em formalizar a sua candidatura, poderá solicitar apoio junto dos Serviços Administrativos dos Polos de Braga e Guimarães, bem como dos Serviços Académicos no Campus do IPCA, em Barcelos, no respetivo horário de atendimento.

  • Quando se pode inscrever num curso TeSP?

    O período de candidaturas é definido anualmente no Edital do Concurso de Acesso aos Cursos Técnicos Superiores Profissionais.

  • Ação Social

    • Possibilidade de Bolsa de Estudo * que pode ir até 5.261,42 euros, paga em 10 prestações mensais.
      (valor mínimo assegura o pagamento da propina na íntegra)
    • Fundo de Emergência **
      (apoio a fundo perdido na aquisição de refeições, despesas de transporte e despesas de reprografia e material escolar)
    • Bolsa de Colaboradores **
      (participação remunerada dos estudantes em atividades adequadas do IPCA)
    • Alimentação ***
      (acesso a refeições a preços sociais)
    • Serviços de Saúde ***
      (acesso facilitado a consultas de clínica geral no Centro de Saúde de Barcelos e consultas gratuitas no Gabinete de Psicologia do IPCA)
    • Serviços de Transporte ***
      (serviço exclusivo de autocarro Braga-Campus do IPCA e Campus do IPCA-Braga, a preços sociais)

    * qualquer aluno pode candidatar-se a Bolsa de Estudo.
    ** exclusivo para estudantes em situação de carência económica.
    *** disponível para todos os estudantes do IPCA.

  • Propina

    Propina 2019/2020

    Despacho (PR) 51/2019

    • Regime geral: 700€, podendo ser paga em 10 prestações*
    • Estudante que ingressam ao abrigo do estatuto de estudante internacional: 1 300€

    *Ver Apoios Sociais.

  • Destinatários

    ACESSO DIRETO SEM REALIZAÇÃO DE PROVA

    • Titulares de um curso de ensino secundário profissional de Nível 4.
    • Titulares do 12º ano completo ou habilitação legalmente equivalente.
    • Titulares de um diploma de especialização tecnológica (CET).
    • Titulares de um grau de ensino superior que pretendam a sua requalificação profissional.

    ACESSO COM REALIZAÇÃO DE PROVA

  • Regime e local de funcionamento dos cursos

    Local de funcionamento em 2020/2021: brevemente disponível

     

    O local e regime de funcionamento de cada Curso é definido anualmente no Edital do Concurso de Acesso aos Cursos Técnicos Superiores Profissionais.

  • Razões para tirar um curso TeSP

    • Desenvolver competências técnicas específicas para iniciar uma atividade profissional.
    • Adquirir formação de tipo superior e integração imediata numa empresa através de estágio de 6 meses.
    • Aumentar a possibilidade de encontrar um emprego, com maior expectativa salarial.
  • Avaliação/Acreditação

    Registo DGES

    Estado: registado

    Número de registo: R/Cr 66/2016

    Data de registo: 16-09-2016